Fashion Innovation Bureau
338 subscribers
19 photos
1 video
63 links
Canal para compartilhar conteúdo aos profissionais e empresários da indústria da moda #inovação #sustentabilidade #moda #indústriatêxtil
Download Telegram
to view and join the conversation
Inovação em moda pode vir de qualquer lugar!!!


Isso mesmo! A montadora sul-coreana Hyundai anunciou recentemente a criação de uma coleção cápsula de moda em parceria com seis marcas, que incluem Rosie Assoulin e Public School. E com a venda das peças de edição limitada, a montadora irá reverter todos os lucros para o Institute of Positive Fashion, dedicado a ajudar e instruir marcas de moda a se tornarem mais sustentáveis.

Sabendo o quanto a indústria automobilística impacta o planeta, desde a fabricação dos veículos até o carbono e gases tóxicos liberados no ar enquanto em movimento, a Hyundai decidiu criar uma forma de recuperar materiais que muitas vezes não são reciclados e acabam descartados, como couro, vidro e airbags com a produção de peças de vestuário.

Mesmo sabendo que transformar “sucatas de carros” em peças de vestuário não é uma solução viável para a indústria a longo prazo, a Hyundai busca com esse projeto mostrar aos seus comunicadores e designers um futuro mais circular em que as empresas não precisam necessariamente tirar toda a matéria prima para criação diretamente da natureza.

Fonte: https://www.fastcompany.com/90563745/hyundai-just-released-a-sustainable-fashion-collection-yes-you-read-that-right
.
.
.
#hyundai #sustentabilidadenamoda #modasustentavel #colecaohyundai #sustentabilidade
O projeto multidisciplinar SmarTex4Estore, liderado pelo LAQV/REQUIMTE em Portugal, está trabalhando no desenvolvimento de têxteis inteligentes capazes de armazenar energia usando uma tecnologia inovadora com processos sustentáveis e facilmente aplicáveis a indústria têxtil.

O SmarText4EStore tem como objetivo a "produção de uma nova geração de têxteis utilizando supercondensadores híbridos com elevado desempenho, durabilidade, flexibilidade, leveza e segurança" para inúmeras aplicações, como alternativa às baterias comuns que vemos hoje aplicadas em "wearable".

A tecnologia usada pelos supercondensadores híbridos tem como vantagens a rapidez de carregamento, segurança do usuário, número de ciclos de carga e descarga, flexibilidade e leveza.

Este estudo busca promover "o desenvolvimento de novas tecnologias de armazenamento de energia diretamente produzidas em substratos têxteis" e "a inovação nos domínios da energia, têxteis e vestuário inteligente".
.
Fonte:
https://www.portugaltextil.com/texteis-inovadores-armazenam-energia/
.
.
.
#wearables #tecidointeligente #texteistecnologicos #inovacao #industriatextil
Ontem (12), se encerrou a primeira semana de moda imersiva da América Latina "pensada para práticas de integração entre moda e tecnologias imersivas".

Entre os dias 07 e 12 deste mês, artistas, marcas e empresas de moda e tecnologia apresentaram seus trabalhos em uma experiência desenvolvida para ir além de um desfile digital comum. A BRIFW contou com verdadeiras experiências digitais onde vários criadores da américa latina apresentaram seus trabalhos em um ambiente integrado com as redes 5G.

Além dos desfiles, a semana também contou com o Immersive Talks que uniu artistas e profissionais com grandes marcas como Pantone, Première Vision Paris, Instagram, agência YÖNE, Platforme, BOX1824 e WGSN para conversar sobre temas de sustentabilidade, tecnologia da comunicação na moda e consumo digital.

Para você que perdeu algum dos eventos da programação, a BRIFW disponibilizou os vídeos de desfiles e talks que rolaram durante essa semana em seu canal do YouTube.

.
Fontes: https://www.uol.com.br/nossa/noticias/redacao/2020/11/06/brifw-o-conteudo-de-moda-desta-fashion-week-transborda-da-tela-do-celular.htm
https://www.uol.com.br/nossa/noticias/redacao/2020/11/07/colecoes-digitais-e-modelos-hologramas-confira-o-que-vai-rolar-na-brifw.htm
.
.
.
#BRIFW #desfiledigital #tecnologianamoda #brazilimmersivefashionweek
O que torna uma marca realmente inclusiva?


Por um longo tempo, corpos fora do padrão foram ignorados pelas marcas o que tornou quase impossível encontrar roupas para homens e mulheres fora das "medidas comerciais". Ainda que, hoje, exista um movimento de inclusão de peças para públicos mais diversos como o plus size, esse tipo de posicionamento ainda não é uma realidade em muitas marcas.

Hoje, vemos alguns poucos exemplos de marcas que de fato aceitaram o desafio e começaram a implantar esse tipo de pensando dentro de suas produções, como a marca de calçados Casa Eurico, a Duloren especializada em lingeries além de grandes nomes da indústria brasileira como Malwee, Marisa e C&A que investem em coleções para o público plus size.

Mesmo assim, marcas como a Victoria Secret's que por um longo período cultuou o corpo perfeito magro e esbelto como ideal entre suas modelos e no tamanho de suas peças hoje se veem em decadência por serem tão apegadas a um ideal que não é real para a maior parte das mulheres.

Na indústria em que um único tipo de corpo é cultuado como símbolo da perfeição, como você acha que podemos educar nossos criadores para levar em consideração as diferenças na hora de fazer uma peça? Conta pra gente!

.
Fontes:
https://www.promoview.com.br/categoria/publicidade/campanha-de-marca-de-calcados-grandes-reforca-a-inclusao.html
https://medium.com/neworder/diversidade-e-inclusao-na-moda-e61fa28ce5c3
https://verduraocamisetas.com.br/tamanhos-moda-inclusao/
.
.
.
#inclusao #modainclusiva #modabrasileira #moda #insdustriadamoda
Adidas e Nike, duas marcas gigantes de calçados, têm buscado meios mais sustentáveis para fabricação seus tênis, utilizando matérias-primas não tão tradicionais.

Recentemente, a Adidas anunciou que lançará uma linha de calçados plant-based feitos a partir de couro de cogumelo como uma alternativa de couro puramente biológico feito de micélio. Já, o grande clássico da Nike também foi reformulado com base em padrões mais sustentáveis. Em dezembro, a empresa lançou uma versão do tênis Air Force 1 construído ao redor de uma base de cânhamo, planta da mesma família da maconha.

Mas até que ponto a produção de roupas com matérias "inusitados" é aprovada pelo consumidor?

Um grande exemplo de material que até hoje encontra entraves em tabus sociais é o cânhamo, planta de mesma origem e espécie que a maconha com históricos de uso mais antigo que o próprio algodão. O cultivo da planta tem inúmeras vantagens, uma vez que, por ser uma planta muito resistente, o cânhamo exige pouco uso de produtos químicos, é mais resistente a climas quentes e sobrevive com pouca água, diferente do algodão.

Mesmo com inúmeros benefícios e vantagens que valorizam seu uso, o cânhamo é pouco usado na indústria por conta de barreiras burocráticas geralmente ligadas a proibição do uso e produção da maconha em alguns países. Isso encarece o preço do produto final, além de dificultar o cultivo da planta que poderia ser usada para fabricação de roupas.
.
.
.
Fontes:
https://revistagloborural.globo.com/Noticias/Sustentabilidade/noticia/2021/01/gigantes-de-calcados-lancam-tenis-feitos-de-couro-de-cogumelo-e-fibra-de-cannabis.html
https://www.uol.com.br/nossa/noticias/redacao/2020/12/18/roupas-de-cannabis-revolucionam-a-moda-mas-ainda-enfrentam-tabu-no-brasil.htm
.
.
.
#sustentabilidade #canhamo #adidas #nike #modasustentavel
Mesmo com o fim ano atípico que vivemos em 2020, a moda ainda deve ser influenciada pelos novos hábitos de consumo que surgiram durante pandemia. Entre eles, o aumento pela procura de peças mais confortáveis e sem delimitação de gênero se mostra uma tendência que vale a pena ficar de olho.

O homeoffice, um dos assuntos de maior destaque durante o ano passado, passa a influenciar a busca pelo conforto em peças mais versáteis e adaptáveis para diferentes ambientes. A tendência do Comfy segue em alta e ajuda a enfraquecer os padrões da classificação de roupas em apenas dois gêneros (feminino e masculino).

O genderles ou unissex se destaca em looks práticos e adaptáveis a qualquer situação do dia-a-dia. Silhuetas bem marcadas em peças justas com pouca liberdade de movimento são substituídas pelo "oversized", roupas amplas e "livres" que se tornam prioridade na escolha de looks mais práticos.

A união de roupas genderless e oversized é uma ótima aposta para o guarda-roupa de 2021, por isso, peças como calças boyfriend e mom jeans, bermudas de alfaiataria e blusas largas prometem estar em alta.
.
.
Fonte:
https://www.uol.com.br/universa/noticias/redacao/2021/01/01/como-a-pandemia-mexe-com-as-tendencias-de-moda-para-2021.htm
Em 2020, por conta da pandemia de Covid-19, a Insider Store viu, durante as primeiras semanas da quarentena, uma queda de quase 70% em sua receita. Isso porque, o carro-chefe da marca, a undershirt, camiseta usada embaixo da camisa social e com tecnologia contra suor e contra odor, se tornou menos necessária com os escritórios fechados.

A razão do sucesso da empresa em meio a pandemia foi o lançamento da camiseta e da máscara antivirais, fabricadas em um tecido impregnado de nanopartículas de prata. A resposta do consumidor a essa novidade foi muito positiva e, já no início do mês de dezembro em 2020 a empresa registrou R$ 30 milhões de faturamento.

Para 2021, a empresa espera alcançar números ainda maiores, entre R$ 50 milhões e R$ 60 milhões em vendas. Hoje, a Insider Store tem mais de 200 mil clientes e 70 funcionários.

Na visão de Carolina, fundadora da Insider Store, "o fundamental para ser um empreendedor de sucesso, mais do que ter uma ideia vencedora, é saber escutar o cliente, insistir e se adaptar".
.
.
.
Fonte:
https://www.uol.com.br/universa/noticias/redacao/2021/01/16/empresaria-se-reinventa-na-pandemia-e-fatura-r-30-mi-com-pecas-antivirais.htm
.
.
.
#roupaantiviral #insiderstore #antiviral #inovacao #industriatextil
O tênis GO FlyEase Hands Free, novo modelo de tênis da Nike, pode ser calçado sem as mãos e aparece como uma promessa da marca para praticidade no dia-a-dia e agilidade. Em comunicado no seu site, a Nike diz que o tênis foi criado para ser intuitivo, fácil de colocar e tirar, e a prova de que design, inovação e engenharia podem se unir para a criação de um calçado "mãos-livres".

A tecnologia do calçado funciona por meio de duas seções conectadas por uma dobradiça que permite colocá-los e tirá-los sem amarrar o cadarço ou usar outro tipo de fecho. Além de maior praticidade, essa novidade aparece como uma opção de tênis com maior acessibilidade para públicos específicos, como mulheres grávidas e pessoas com deficiência física.

O novo modelo de tênis está disponível em três cores, e tem previsão de estreia em lojas para o final de 2021. O calçado deve custar US$ 120, aproximadamente R$ 650 na conversão atual.
.
.
.
Fontes:
https://claudia.abril.com.br/moda/novo-tenis-nike/
https://www.uol.com.br/nossa/noticias/redacao/2021/02/04/tenis-da-nike-que-podem-ser-calcados-sem-as-maos-e-a-nova-promessa-da-marca.htm
Durante as 3 aulas vamos entender os desafios e oportunidades que estão moldando a competitividade da indústria da moda rumo à sustentabilidade e economia circular.

Conheça modelos, programas e certificações que auxiliarão sua empresa a iniciar essa jornada.

As aulas acontecerão nos dias 19, 20 e 21 de abril às 19h, online, 100% gratuitas e ministradas pelos fundadores do Fashion Innovation Bureau - pesquisadores, empreendedores e apaixonados pela indústria da moda como você 🙌

Para saber mais e garantir sua vaga acesse: https://conteudo.fashioninnovationbureau.com.br/inscricao-semana-sustentabilidade-na-moda
Hoje às 19h teremos a primeira aula da Semana de Sustentabilidade e Economia Circular na Indústria da Moda.

Esta aula tem como objetivo fornecer a base conceitual que te ajudará ao longo da elaboração e execução de projetos relacionados à sustentabilidade e economia circular.



Você vai aprender:
Afinal, o que é sustentabilidade?
Economia circular: sustentabilidade 4.0?
A cadeia de valor da moda
Moda & meio ambiente
Moda & pessoas

Para assistir acesse: https://youtu.be/CG8b9V_sH5w
Hoje às 19h teremos a segunda aula da Semana de Sustentabilidade e Economia Circular na Indústria da Moda.

Esta aula tem como objetivo apresentar os programas e certificações internacionais reconhecidos e adotados na cadeia da moda brasileira.

Você vai aprender sobre:

Sustainable Apparel Coalition (SAC) e o Higg Index
Detox campaign
ZDHC (Zero Discharge of Hazardous Chemicals)
Standard 100 by Oeko-Tex®️
Fashion Revolution e a dimensão social

Para assistir acesse: https://youtu.be/u4C5oDJqJHA
Seus clientes estão questionando ou exigindo que sua empresa ou marca apresente alguma certificação ou iniciativa relacionadas à sustentabilidade e você não sabe como atendê-los?

Vem assistir a segunda aula da Semana de Sustentabilidade e Economia Circular na Indústria da Moda! Estamos AO VIVO te esperando. Nesta aula vamos te apresentar os principais programas e certificações internacionais reconhecidos e adotados na indústria da moda brasileira.

Para assistir acesse: https://youtu.be/u4C5oDJqJHA
Hoje, segunda-feira 26/04, estaremos com Gilberto Campanatti, Gerente Técnico da Lenzing AG para América do Sul, para uma live especial sobre Fibras Têxteis Sustentáveis.

Esta live tem como objetivo apresentar tecnologias em fibras têxteis que possuem um melhor desempenho quando falamos em sustentabilidade. É a oportunidade para você conhecer novos materiais e inovar no desenvolvimento de produtos.

Quando: 26/04 (segunda-feira)
Horário: 15 horas
Onde: Youtube - acesse o link para assistir https://youtu.be/hCa4EaNOj50
Estamos ao vivo no YouTube para a live Fibras Têxteis Sustentáveis

acesse o link para assistir https://youtu.be/hCa4EaNOj50
Devido a quantidade de inscritos no curso online + mentoria em Sustentabilidade e Economia Circular na Indústria da Moda não haverá virada de lote e as inscrições encerrarão hoje.

Então, se você quer avançar nesta jornada sendo guiad@ por especialistas e desenvolver o plano de ação em sustentabilidade e economia circular na sua empresa de forma estruturada e técnicamente fundamentada, essa é a sua última oportunidade!

Para se inscrever, acesse: https://conteudo.fashioninnovationbureau.com.br/cursosustentabilidadenamoda